sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020

Serradura de natas e baba de camelo


A serradura de natas e baba de camelo é uma sobremesa deliciosa que a todos vai agradar…

 
baba-de-camelo
Photo 1001Ideias

Bolo de maçã com vinho do Porto


Ingredientes:

400 ml de natas
1/2 lata de leite condensado
1 lata de leite condensado cozido
3 ovos
150 gr de amêndoa ralada torrada
1/2 pacote de bolacha maria, ralada

Como fazer:

Bata as natas bem firmes e adicione o leite condensado normal e a bolacha maria.
Envolva tudo muito bem.
Separe as gemas das claras e misture as gemas com o leite condensado cozido.
Junte a amêndoa ralada torrada.
Bata as claras em castelo e junte ao preparado anterior.
Em taças individuais, coloque uma camada de natas, uma camada de creme de baba de camelo.
Repita e termine com uma camada de natas.
Enfeite com bolacha ralada.





Bifes de vaca à portuguesa



Fonte//1001 Ideias


domingo, 23 de fevereiro de 2020

Nove dicas simples para limpar a sua casa de energias negativas

Sente más energias em sua casa?
Estas 9 dicas vão ajudar a limpar o ambiente!
É perfeitamente normal que, de vez em quando, não nos sintamos bem em nossa casa. Mas quando sentimos essa sensação várias vezes, causando-nos mal-estar, dores de cabeça, insónias e um cansaço exagerado, é sinal que necessita de eliminar as energias negativas do seu lar.
Depois de limpar a energia desgastante irá melhorar o seu humor e decerto começará a dormir melhor.

Limpar-energias
Photo 1001 Ideias

Máscara caseira facial de abacate e ovo


Como limpar más energias
1. Renove o ar de sua casa

Um dos primeiros passos para remover a energia negativa do seu lar é abrir todas as janelas e deixar o ar renovar (mesmo que esteja frio lá fora). Aproveite para sacudir a roupa da cama e as almofadas.

 2. Óleo essencial de laranja

O aroma da laranja faz-nos lembrar os dias frescos de verão, cheios de sol e alegria.
Dilua algumas gotas de óleo essencial de laranja em água e borrife a casa com a mistura. Desta forma irá limpar o ambiente e melhorar o seu humor.
Os óleos essenciais de alfazema e rosas também criam excelentes efeitos.

 3. Sinos no quarto

Coloque um sino em cada canto do seu quarto inclusivamente na porta de entrada.
Basta tocar os sinos de vez em quando para fazer com que as ondas sonoras levem a energia negativa para fora do quarto.

4. Incenso

O incenso é uma prática espiritual milenar. Acenda um pauzinho de incenso em cada divisão da casa. Irá ajudar a melhorar a energia e a criar uma atmosfera calma, serena e confortável.

5. Sal grosso

Os cristais de sal têm a capacidade natural de absorver a energia negativa.
Coloque sal grosso nos quatro cantos de cada divisão de sua casa. Após 48 horas varra o sal e deite-o fora.

 Como fazer adubo caseiro, e deixar as plantas saudáveis



6. Plantas

Certas plantas funcionam como um filtro natural das energias negativas. Experimente colocar um vaso de plantas em cada divisão, principalmente de plantas que atraiam boas energias, e de plantas que ajudam a desviar e a transformar as energias negativas.

7. Pinte uma parede de amarelo

A cor das suas paredes tem um papel fundamental na sua disposição e pode ajudar a neutralizar as más energias. Para além disso, irá parecer que a divisão da casa é maior, mais quente e aconchegante.

8. Sálvia

Queime raminhos de sálvia pela casa. Sacuda os ramos em movimentos circulares contrários aos ponteiros do relógio.

 9. Lâmpada de sal dos Himalaias

As lâmpadas fluorescentes, cortinas e roupas sintéticas, mobiliário e tapetes de plástico, materiais eletrónicos, etc, emitem iões positivos, e toda esta carga estática em demasia por vezes resulta em pequenos choques elétricos. Ou seja, necessitamos de inserir iões negativos no ambiente da nossa casa.
Através da respiração os iões negativos permitem uma maior absorção de oxigénio purificando o ar de poluição e ajudam também a normalizar a pressão arterial.



Faça os seus aromatizadores com cascas de frutas



Fonte//1001 Ideias



terça-feira, 18 de fevereiro de 2020

Seis dicas para cuidar bem das suas orquídeas


A orquídea é uma das plantas de interior mais populares. Mas precisam de cuidados, e devemos seguir o lema "menos é mais" ao regar e fertilizar. As seis dicas seguintes mostram o que pode fazer para ajudar suas orquídeas a se manterem sempre lindas.



Orquideas


Como fazer adubo caseiro, e deixar as plantas saudáveis

 Replantar


As orquídeas devem ser replantadas a cada 2-4 anos, depois de terem florescido na primavera. Vasos especiais para orquídeas têm uma camada integrada para que a planta não fique em contato com a água o tempo todo. Os potes de plástico transparentes têm a vantagem de mostrarem quando as raízes estão secas e ficam com uma cor branca acinzentada.

O substrato certo


Na natureza, a maioria das orquídeas cresce em árvores para que as raízes fiquem bem arejadas. Se forem plantadas num vaso com solo normal, existe um alto risco de que as raízes não recebam oxigênio suficiente e que o excesso de água não escoe, as fazendo apodrecer. Para evitar isso, você deve usar um solo para orquídeas que tenha uma consistência muito mais solta que a terra. O ideal e com muita casca de arvores.

 O lugar perfeito
 

As orquídeas gostam de lugares claros, mas muitas espécies não toleram a luz solar direta por longos períodos de tempo. Se colocá-las ao lado de uma janela, ela deve ficar virada para leste ou oeste.


Como criar jardim miniatura


 A rega certa


No inverno, basta regar as orquídeas uma vez por semana. Nos meses mais quentes, é necessário fazê-lo duas vezes. Se se sentir a planta muito leve ao levantá-la, é porque ela precisa de água.
Para evitar o alagamento, é melhor borrifar levemente as folhas com água e regá-la até que a raiz fique coberta de água. Em seguida, deixe a água escorrer. A água da chuva limpa é particularmente adequada, mas deve estar à temperatura ambiente. Você também pode usar água da torneira, mas ela não deve ter muitos resíduos. Se necessário, filtre a água primeiro. Porém, existem certas variedades de orquídeas que toleram melhor esse tipo de água.
O fertilizante próprio para orquídeas
O mesmo princípio de economia se aplica à fertilização e irrigação. Existem fertilizantes de orquídeas em forma de bastão e em forma líquida. Se a pulverizar, certifique-se de que as flores não sofram danos; caso contrário, existe o risco de fungos se formarem ou a planta se encher de pragas. O fertilizante também não deve ser usado quando a planta terminar de florescer. Somente quando novos brotos se formarem, o produto deve ser usado como de costume.

Se deseja usar um fertilizante líquido normal, em vez de um fertilizante de orquídea, é necessário diluí-lo com água na proporção de 1:10.

 A poda


Deve verificar regularmente se as orquídeas têm folhas mortas, outros resíduos de plantas ou raízes que devem ser removidas. Para garantir que você não corte nenhuma parte da planta viva, pulverize-a com água. Se elas não ficarem verdes, pode podá-las Obviamente, partes lamacentas ou podres também devem ser removidas com cuidado. Os caules da planta são podados após a floração, acima das terceiras brácteas, ou seja, o espessamento do caule.
Obviamente, não é apenas o cuidado em casa que importa para uma orquídea viver muito tempo. Às vezes, já na loja, o "lúpulo e o malte já foram perdidos" porque a planta ficou exposta incorretamente. Portanto, vale a pena examiná-la atentamente ao comprá-la. Seguindo as 6 dicas mencionadas acima, terá certamente uma orquídea linda e bem cuidada.


Como fazer vasos de cimento e toalhas


Fonte//OSagaz