quinta-feira, 20 de junho de 2019

Como plantar a Aloé Vera


Desde a antiguidade a Aloé Vera é reconhecido pelas suas propriedades benéficas a nível digestivo, dermatológico, culinário e cosmético. Conhecida como a “planta médica” devido aos seus poderes curativos, a Aloé Vera, cujo nome significa “substância brilhante a amarga”, é um cato de folhas verdes em forma de lança que contém no seu interior um gel claro a viscoso.

Photo Pixabay


Dez dos muitos benefícios do Aloé Vera




No antigo Egipto a Aloé Vera era conhecida como “a planta da imortalidade” e por isso, muitas vezes fazia parte dos presentes enterrados junto com os faraós.
Graças à descoberta de um farmacêutico do Texas Bill Coats, em 1968 e á posterior investigação médica, confirmou-se as diversas propriedades da Aloé Vera, e o seu cultivo teve um desenvolvimento importante.
A polpa da Aloé, uma substância brilhante e amarga, é hoje usada no fabrico de sabonetes, cremes e gel de higiene e beleza e consumida em bebidas ou cápsulas.
Devido a todas essas excelentes propriedades é interessante termos em casa, no quintal, uma ou mais plantas de Aloé Vera.




Como plantar a Aloé Vera

A Aloé Vera é uma planta suculenta, o que quer dizer uma planta gordurosa adaptada a ambientes áridos, sendo por isso necessário ter em atenção a frequência das regas, não deixando que o solo fique demasiado húmido, sobretudo no inverno.
O solo deverá ser bem drenado para evitar que a água acumule e estagne ao nível das raízes.
Para  plantar a Aloé Vera em vaso, temos que ajustar o tamanho do vaso ao tamanho da planta, pelo que um vaso de 15 litros é suficiente,



Photo Pixabay


Cinco plantas ideais para ter no seu quarto



O Aloé Vera não suporta temperaturas muito baixas, assim se descerem abaixo de 5° C, deve colocar a sua planta dentro de casa numa varanda ou num lugar com bastante iluminação.
A Aloé Vera precisa de muita luz, mas evite colocá-la atrás de um vidro para evitar que as folhas se queimem.


Receitas de Sumo com Beterraba


Fonte//Coisasdaterra




Sem comentários:

Publicar um comentário