quinta-feira, 21 de novembro de 2019

Como cuidar das suas roseiras

As rosas são conhecidas pela sua beleza e perfume sendo também, um lindo presente em diversas ocasiões. Desde há milénios que o homem as cultiva tendo sido fontes de inspiração para músicos, poetas e pintores.
Para cuidar de roseiras, é necessário muita dedicação e um trabalho diário, mas com certeza, o resultado trará muitos benefícios, e ajudará a ter um dia a dia relaxante e descontraído ao tomar conta das suas roseiras.
Seguem-se algumas dicas para fazer com que suas roseiras estejam sempre bonitas e saudáveis e sempre cheias de rosas.


Cuidar das roseiras
Photo Casaeconstrucao

Conheça e aprenda a cultivar a Costela de Adão


Luz e temperatura ideal


As rosas são flores de climas amenos, ou seja, não suportam temperaturas muito altas. O ideal é que elas permaneçam num local com temperaturas entre 18° e 25°C, mas nunca em ambiente com ar condicionado.
Para que suas roseiras cresçam fortes e saudáveis, também é importante a exposição ao sol que deverá ser 6 a 8 horas diárias.
De modo a aliar temperatura à necessidade de luz solar, pode colocá-las ao sol durante as primeiras horas da manhã e nas últimas horas da tarde e deixá-las no restante do dia em algum local mais fresco.

Adubação e pragas


As roseiras não são muito sensíveis aos solos com menos nutrientes e, por isso exigem um pouco menos de cuidados. Opte pela terra argilosa com cerca de um terço de areia misturada, já que isso garantirá a ventilação do solo.
Adube com esterco curtido e, em cada mudança de estação, acrescente um pouco de composto orgânico classe A, mas cuidado para não exagerar na adubação para que a planta não adoeça.
As pragas mais comuns são os fungos e os pulgões. É bom observar com frequência sua roseira para evitar esses males, já que são mais fáceis de tratar quando no início da infestação.
Recorra a uma loja de produtos para jardins, para conhecer o produto mais adequado para cada tipo de infestação, caso ela aconteça.


Poda


Sempre que uma rosa envelhecer, deve cortá-la para que cresça outro rebento em seu lugar. Pelo mesmo motivo, deve-se retirar também folhas e galhos mortos. Durante o inverno, você deve cuidar de suas rosas, fazendo uma poda um pouco mais minuciosa, já que é o período em que as plantas estão adormecidas.
Nesse caso, corte os galhos mais grossos e que possuam bifurcações. Também será nessa época que você poderá colocar algumas mudas noutros vasos para obter novas roseiras.

Rega e drenagem do solo


Regar próximo ao caule é o mais adequado para cuidar de rosas, já que a água em contato com flores e folhas favorece o contágio por fungos.
Enquanto a planta for jovem, o ideal é regá-la todos os dias até que as folhas apareçam. Após a maturidade, o recomendado é regar semanalmente no inverno e duas vezes por semana durante o verão.
Quanto à drenagem, que evite um solo que acumula agua, e não deixe o solo molhado demais. Verifique sempre se a terra já está húmida e, caso esteja, não é necessário regar novamente.

Como fazer um poderoso e eficaz inseticida caseiro


7 truques fáceis para cuidar das suas plantas


Fonte//Ikebanaflores



Sem comentários:

Publicar um comentário