sexta-feira, 8 de novembro de 2019

Conheça e aprenda a cultivar a Costela de Adão

A costela de Adão é uma planta popular e decorativa. Muito procurada pelos amantes do exótico e pelos que pretendem construir um ambiente de selva urbana em sua casa ou jardim, a costela de Adão dificilmente passa por despercebida.


Costela de adão
Photo floradelivery



Sete plantas que purificam o ar das nossas casas



Nome científico: Monstera deliciosa Liebm (o último nome deriva da palavra delicioso, porque o fruto era muito apreciado).
 Origem: África ou Sul do México, Costa Rica, Panamá e Guatemala.
 Família: Aráceas.
 Características: Planta muito exótica e ornamental (trepadeira), pode atingir 10 metros de comprimento e desenvolver muitas raízes aéreas, com folhas grandes, brilhantes e muito recortadas.
Com boas condições, esta planta propaga-se facilmente e trepa pelas árvores.Variedades mais cultivadas: Além da variedade normal, só existem as variedades “albo-variegata”, “variegata”, ”Bonsigiana” (mais compacta) e a normal, que é verde escura.
Parte comestível: Frutos longos (20-25 cm) e cilíndricos (7,5-10 cm de diâmetro), com um sabor “exótico” a anona, banana e ananás.


Condições ambientais
Solo: Sendo uma planta epífita (raízes aéreas que crescem nas árvores), dá-se bem em muitos solos, mas os francos ou limosos, com muito húmus e matéria orgânica, são mais favoráveis. O pH deve estar entre 5,6-7,5.
Zona climática: Tropical, subtropical e temperada quente.
Temperaturas: Óptimas: 20-24 ºC; Min: 0 ºC; Max 35 ºC
Paragem do Desenvolvimento: 10 ºC
Morte da planta: – 1,1 ºC.
Exposição solar: Semi-sombra.
Humidade relativa: Prefere valores altos a médio altos (50-70%).
Precipitação: Deve ser mediana ou alta.
Altura: Mais de 400 metros.


Costela de adão
Photo minhasplantas

Dicas para cultivar pimentas em casa



Técnicas de cultivo
Preparação do solo: Lavrar o solo superficialmente (10-15 cm).
Data de plantação/sementeira: Primavera.
Multiplicação: Divisão dos caules, estacaria.
Profundidade: Enterrar uma parte do caule e das raízes.
Consociações: Dá se bem ao pé de árvores que possam fazer um pouco  de sombra e a ajudem a trepar.
Amanhos: Precisa de apoios (muros, redes ou árvores) para trepar; podar, para não se expandir muito; limpar as folhas do pó.
Regas: Devem ser regulares no verão.


Entomologia e patologia vegetal
Pragas: Cochonilhas, ácaros, tripés, esquilos, ratos e gafanhotos.
Doenças: Algumas doenças provocadas por fungos (phytophthora) e bactérias (Erwinia).
Acidentes: Não tolera geadas e solos salinos.



fruto da costela de adão
Photo mdemulher


Como fazer um poderoso e eficaz inseticida caseiro


Colheita e utilização
Quando colher: O fruto está pronto a comer, quando os “hexágonos” que o compõem se destacam facilmente do cone. Estas “células” vão endurecendo do fundo para o topo. O fruto colhe-se cerca de um ano depois da floração quando a tonalidade muda do verde intenso para o verde-amarelado.
Produção: Cada planta produz 1-3/ frutos/ano.
Valor nutricional: O fruto contém ácido oxálico (Oxalato de caliço) que pode provocar irritações nas membranas da mucosa (só se devem comer os frutos muito maduros). Rica em potássio e vitamina C.
Usos: Come-se como fruto em fresco, saladas e em bebidas. Não se pode comer muito, pois pode causar problemas.

7 truques fáceis para cuidar das suas plantas





Sem comentários:

Publicar um comentário